PROTECH BALCONY: impermeabilização transparente não pelicular

Código: S.0001

Bloqueio das infiltrações de água em terraços e sacadas com o sistema PROTECH BALCONY: impermeabilizante transparente não pelicular a aplicar sem demolir o piso existente. Rápido, eficaz, económico

Produtos utilizados

Quando tudo está bem, terraços e sacadas são uma extensão agradável ao exterior, do próprio espaço residencial. Na presença de problemas de permeação e penetração da água, terraços e sacadas podem porém se transformar num pesadelo acompanhado com dissídios condominiais, de custos de materiais, transportes e mão-de-obra, extremamente relevantes, de canteiros na casa e de esperas estressantes e assim por diante. O restabelecimento da vedação impermeável de terraços e sacadas, de fato, inclui sempre o recurso a metodologias custosas e exigentes que, no caso de reproposição do sistema originário, podem ser reobtidas com:

  • demolição do piso e da laje existente; retirada da bainha impermeabilizante existente; transporte de descarga pública dos materiais resultantes; colocação de uma nova bainha impermeabilizante; refazer a laje de pendência; fornecimento, instalação e cimentação de um novo piso. 
  • De modo alternativo, é possível operar através da construção de camadas impermeabilizantes de revestimento, realizadas com compostos cimento-plásticos, integrados com bandas elásticas específicas, em correspondência com as ligações e as juntas de dilatação, para a sucessiva instalação, com adesivos impermeabilizantes, de um novo piso que será por sua vez instalado e removido.
  • É ainda possível recorrer à construção de camadas finas impermeáveis do tipo polimérico, através da aplicação, nas superfícies convenientemente preparadas, (desengorduradas e espanadas) do primer, camadas portantes e camadas de acabamento pigmentadas, adequadas às condições de solicitação e exposição, que comportam, também neste caso, da modificação radical do sistema, do aspecto e das funções originárias.

PROTECH BALCONY é uma solução concentrada de resinas silicónicas e polímeros orgânicos catalisados, com baixa viscosidade, veiculados em solventes apolares que determinam a penetração profunda. O processo descrito se traduz na formação de uma barreira impermeável interna, difusa, não pelicular, fortemente hidrorrepelente, capaz de preencher e vedar porosidades e microfissuras sem inibir a transpiração. PROTECH BALCONY revoluciona o conceito de impermeabilização de terraços e sacadas. A sua aplicação é realizável em tempos extremamente rápidos, com a ausência prática de indisponibilidade pois as superfícies tratadas podem ser utilizadas depois de poucas horas.

  • Limpeza profunda do suporte
  • Diluir o detergente ácido DETERG–A da AZICHEM srl com uma quantidade de água proporcionada à relevância das impurezas e concreções presentes na superfície a limpar  (só na razão de 1 parte de DETERG-A e 4-5 partes de água). Lançar a solução na superfície, distribuindo a mesma, o melhor com uma escova tira-líquidos. Aguardar 15 minutos para a reação ácida, espumosa. Lavar abundantemente com água abundante.
  • Cimentação das fugas entre os azulejos e entre estes e o rodapé
  • As operações de limpeza e preparação acima citadas determinam também a colocação em evidência das irregularidades superficiais como fissuras, cimentações ausentes ou labilizadas, etc. As irregularidades citadas deverão ser novamente e atentamente preenchidas com o estuque especial impermeável STUCCO BALCONY da AZICHEM srl. Deverá ser dedicada a máxima atenção para que, mesmo em correspondência com o rodapé, dos limiares de possíveis portas-janelas, a presença de possíveis porosidades, fissuras e descontinuidades sejam bonificadas com STUCCO BALCONY. As possíveis juntas de movimento deverão ser vedadas com o vedante poliuretânico específico de elevada elasticidade, em cartucho extrudível, PROTECH FLEX da AZICHEM srl
  • Aplicação da solução impermeabilizante
  • Lançar PROTECH BALCONY di AZICHEM srl nas áreas a impermeabilizar, espalhando o mesmo com um tira-líquidos sobre toda a superfície, insistindo principalmente nas fugas entre os azulejos e no rodapé. Deixar o produto reagir por ao menos uma hora antes de efetuar a prova de alagamento superficial. O consumo será entre 200 e 300 g/m2. As operações descritas deverão ser efetuadas com o endurecimento concluído dos novos enchimentos, referidos no item 2.
  • Retirada do material excedente

Com os trabalhos terminados, possíveis vestígios de resíduo de PROTECH BALCONY, de cor esbranquiçada, poderão ser eliminados com um pano impregnado de gasolina ou diluente de nitro.

www.protech-balcony.pt

 

Compartilhar

Soluções integradas que possam interessar-lhe